habitissimo - Reformas y Servicios para el Hogar

Fossa séptica: Preços e Orçamentos

4.500 €/udPreço médio

Intervalo de preços indicado pelos profissionais de fossa séptica: 3.000 €/ud - 6.000 €/ud

Solicite orçamentos dos melhores profissionais da sua área

Estes preços são uma estimativa e podem variar dependendo de fatores como a qualidade dos materiais, a duração da obra, as dimensões...

Nesta guia

Peça gratis e sem compromisso orçamentos a profissionais da sua zona

Como funciona o serviço de orçamentos de habitissimo?

Gráfico de pessoa solicitando orçamento através do telemóvel1. Conte-nos acerca do seu projeto de fossa séptica.
Pedido de orçamento através do telemóvel2. Compare os melhores profissionais e empresas de fossa séptica.
Conversa telefónica entre um profissional e um particular3. Poderá obter orçamentos e contratar o profissional de que mais goste, se o desejar.
Em menos de um minuto e totalmente gratuito

Preço: Construção de Fossa séptica em Portugal

Tipo de serviçoPreçoDescrição
Construção de fossa séptica e poço drenante
2.500 €
Fossa com 1500 litros
Fornecimento e instalação de fossa séptica pré-fabricada
3.000 €
Fossa com 3000 litros
Limpeza de fossa séptica
240 €
Limpeza periodica
Reparação de fossa séptica construída
500 €
Fossa com 3000 litros
Desentupimento de fossa
225 €
Visita periodica

Informação útil

A construção de uma fossa séptica tem de ser um processo devidamente legalizado e para tal tem de se pedir autorização camarária. Nem sempre é possível legalizar este tipo de fossa. Peça ajuda aos profissionais. O custo varia entre os 600€ e os 4000€.

  • 1 a 3 dias
  • Dificuldade: alta
arrow

Diferentes Tipos de Fossa: séptica, seca e negra.

Quais são as diferenças?Quais são as diferenças?

» Fossa séptica

A fossa séptica consiste numa construção no solo em blocos de cimento ou alvenaria (existem também modelos em pvc) que recebe todo o tipo de materiais, líquidos ou sólidos. Os detritos conseguem ser separados, ficando depositados no fundo, enquanto que os líquidos fluem para outro compartimento que depois poderá ser infiltrado no solo ou dirigidos a um  estação de tratamento de água para reaproveitamento.

A fossa séptica pode ser de três tipos diferentes: de estanque, com tratamento complementar ou biodigestora.

O preço médio de instalação ou construção de uma fossa séptica ronda os 4.000€. Esse preço varia de acordo com a capacidade e tamanho da fossa, o preço por hora do profissional e a necessidade de outros serviços extras. 

O que ter em conta antes de construir uma fossa séptica?

Deve escolher a que melhor se adequa ao seu caso

Existem três tipos mais comuns de fossas sépticas, como pode ser visto no ponto anterior. Cada uma dessas fossas é indicada para casos concretos, tem caraterísticas específicas e diferentes necessidades de manutenção. É importante estudar cada caso e decidir qual a melhor opção para si. Um profissional pode ajudá-lo nesta decisão.

Podem existir outras soluções para o problema

As fossas sépticas devem ser usadas quando os estabelecimentos ou habitações não têm uma rede de esgotos público as proximidades. No entanto, antes de recorrer a fossas, fale com um profissional e peça recomendações.

A fossa séptica precisa de manutenção constante

As fossas sépticas necessitam de manutenção constante para que funcionem corretamente. A manutenção de fossas sépticas inclui a limpeza da fossa, o desentupimento e a revisão das estruturas. Existem, ainda, outros cuidados que devem ser mantidos pelo proprietário, como não descartar lixo na fossa. Este serviço custa cerca de 150€ e deve ser feito, no mínimo, todos os anos.

FAQ - Perguntas frequentes sobre fossa séptica

Em que contexto posso utilizar uma fossa séptica?

As fossas sépticas devem ser usadas quando o estabelecimento não tem acesso à rede de esgotos. A sua construção deve ser feita por profissionais especializados, para que sejam mantidas as medidas de segurança e respeitar os regulamentos.

Qual o tamanho ideal de uma fossa séptica?

O tamanho da fossa deve variar de acordo com o número de pessoas que se encontram na habitação ou que usam, regularmente, o estabelecimento. Quanto mais pessoas, maior o tamanho ideal da fossa. A capacidade da fossa nunca deve ser inferior a 1000 litros.

Como é feito o tratamento nas fossas sépticas?

Os resíduos passam por dois processos: decantação e filtração. Na decantação, realizada em dois recipientes, a matéria mais pesada é separada dos líquidos. Na filtração, os líquidos são filtrados e reutilizados ou devolvidos à natureza.

Quem é responsável pela limpeza da fossa séptica?

A manutenção das fossas sépticas individuais é responsabilidade do proprietário que poderá pedir apoio à Câmara Municipal ou de empresas contratadas pela Câmara.

Quais os perigos de não se limpar a fossa séptica?

Se não forem tomados os cuidados necessários, podem ocorrer infiltrações, o que irá resultar na contaminação do solo e da água.

O que é necessário para construir uma fossa séptica?

Documento que comprove a impossibilidade de ligar à rede pública

Este documento deve ser requerido junto à Câmara Municipal da área de residência. A impossibilidade pode acontecer devido à inexistência de um local de acesso ou devido a razões técnicas e económicas.

Elaboração de projeto

Nesta fase será necessário o apoio profissional para que sejam estudadas as caraterísticas do solo, do próprio terreno e dos meios recetores. Com base nesta informação, será escolhida a melhor solução para a habitação.

Parecer da Agência Portuguesa do Ambiente

Tendo os documentos anteriores em mãos, pode solicitar o parecer à Agência Portuguesa do Ambiente. Nesta fase, se necessário, também pode pedir a licença de descarga de águas residuais para, posteriormente, levar à Câmara Municipal.

Esperar a aprovação do projeto

Por último, deve solicitar a aprovação junto da Câmara Municipal, levando consigo os documentos. Assim que o projeto for aceite pela Câmara, a construção pode ser iniciada.

Gabriel Santágueda Claro

Gabriel Santágueda Claro

Arquitecto, redator de conteúdo na Habitíssimo.

Licenciado em Arquitectura pela Universidade Lusíada de Lisboa desde 2006, tem a oportunidade de poder aliar a vida profissional como arquitecto no seu próprio atelier de arquitectura e conseguir rever e partilhar conteúdo útil e acessível a todos os leitores, sempre com informação actualizada e precisa.

Ver perfil