habitissimo - Reformas y Servicios para el Hogar

Pavimento flutuante: Preços e Orçamentos

43 €/m²Preço médio

Intervalo de preços indicado pelos profissionais de pavimento flutuante: 25 €/m² - 60 €/m²

Solicite orçamentos dos melhores profissionais da sua área

Estes preços são uma estimativa e podem variar dependendo de fatores como a qualidade dos materiais, a duração da obra, as dimensões...

Nesta guia

Peça gratis e sem compromisso orçamentos a profissionais da sua zona

Como funciona o serviço de orçamentos de habitissimo?

Gráfico de pessoa solicitando orçamento através do telemóvel1. Conte-nos acerca do seu projeto de pavimento flutuante.
Pedido de orçamento através do telemóvel2. Compare os melhores profissionais e empresas de pavimento flutuante.
Conversa telefónica entre um profissional e um particular3. Poderá obter orçamentos e contratar o profissional de que mais goste, se o desejar.
Em menos de um minuto e totalmente gratuito

Preços de pavimento flutuante

Tipos de serviçosPreçoInformação adicional
Pavimento flutuante de madeira hidrofugo
420 €
Sala de 20 m²
Pavimento flutuante em laminado sintético
320 €
Cozinha de 10 m²
Pavimento flutuante sintético resistente à água
130 €
Casa de banho de 5 m²
Pavimento flutuante de madeira em deck
450 €
Terraço de 10 m²
Como obtemos os preços?

Como obtemos os preços?

Os preços que aparecem neste Guia de Preços provêm de informações reais que recebemos dos nossos usuários particulares e profissionais, contrastadas e revistas por especialistas do sector.
+ 16,628pedidos de orçamento de pavimento flutuante
+ 972profissionais de pavimento flutuante
+ 1,162opiniões verificadas de pavimento flutuante

Informação útil

O preço médio do pavimento flutuante aplicado é de cerca de 18 por metro quadrado. No entanto, tudo dependerá do tipo de pavimento que escolher e do modelo que eleger. Procure promoções nas diversas lojas de materiais de construção e peça ajuda aos profissionais.

  • 1 dia a 1 semana
  • Dificuldade: Média
arrow

FAQ - Questões frequentes sobre pavimento flutuante:

Quanto custa em médio o metro quadrado do pavimento flutuante? 

O preço do pavimento flutuante varia dependendo do material de que é feito. Em média, o preço do piso flutuante em madeira ronda os 18€ por metro quadrado, e um piso laminado sintético tem um valor médio de 10€ por metro quadrado. O preço irá também variar graças à resistência escolhida. Se escolher um piso com mais resistência, irá pagar mais. Poderá encontrar promoções em lojas de materiais de construção de artigos em fim de stock por exemplo a cerca de 6€ por metro quadrado.

Qual é o profissional que devo escolher para instalar o soalho flutuante em casa?

Existem profissionais que se dedicam quase só inteiramente a colocar pavimentos, como os carpinteiros, mas pode também considerar contratar um pedreiro de acabamentos para fazer a colocação deste piso. Se pretende poupar um pouco, e como este chão é de fácil instalação, pode optar por fazê-lo você mesmo, lendo bem as instruções do fabricante antes de iniciar o trabalho para garantir que tudo corre bem.

Quanto custa a mão de obra do profissional que instala chão flutuante

O custo de mão de obra é calculado de acordo com as horas de trabalho, a área a pavimentar e o numero de cortes necessários realizar no pavimento. Se for uma divisão ortogonal o trabalho acaba por ser mais simplificado do que se for numa divisão com muitos recortes. Geralmente os preços rondam os 8€ por metro quadrado. 

Como escolher o melhor pavimento flutuante?

Existem vários aspetos a ter em conta: 

  • O preço: normalmente, quanto mais caro é, significa que se está a utilizar um tipo de produto melhor, e por isso, também será mais resistente e durável. 
  • As características da habitação: Tenha em conta se a sua casa é húmida ou se quer instala-lo em zonas como a cozinha e casa de banho. Nesse caso o soalho flutuante em madeira não é a melhor opção, pois não tem grande resistência à humidade. A melhor opção é o soalho sintético resistente à água. 
  • A estética: considere se era essencial ter um chão em madeira e que tipo de cor ou padrão gostaria. Saiba que os soalhos sintéticos imitam quase na perfeição a madeira e são mais baratos. 
  • Esclarecer todas as dúvidas: as lojas ou empresas que vendem este tipo de produtos têm técnicos especializados que estão preparados para responder a qualquer tipo de pergunta. Por isso, fale com um profissional e aconselhe-se sobre que tipo de material seria mais indicado para a sua casa, tendo em conta o orçamento disponível. 

O chão flutuante é mais barato em comparação com outros pisos?

Como em todas as categorias de materiais existem preços mais baixo e preços mais elevados. De um modo geral este tipo de pavimento, sendo de fácil instalação, não requer massas cimenticias nem colas apropriadas, muito menos máquinas de corte com discos de diamante, como no caso dos pavimentos cerâmicos, acabando assim por ser um material mais barato, principalmente na questão da mão de obra.

Qual a diferença entre piso flutuante e piso de madeira normal?

O pavimento flutuante caracteriza-se por ser um piso que fica assente sobre uma superficie que amortece o pavimento e faz o isolamento termico. É assim um material que acaba por ficar solto, como que flutuando sobre essa camada de isolamento. Um piso de madeira maciça é muitas vezes assente com recurso a massas e colas de modo a manter as peças no lugar, principalmente com que recorre a tacos ou reguas de madeira sem encaixes entre si.

6 informações importantes a ter em conta sobre piso flutuante

Preços e stock

Um dos pontos principais na compra de materiais de construção e revestimentos é o preço. Na escolha de um piso flutuante este factor é importante na gestão financeira da obra. Existem sempre opções em promoção nas várias lojas da especialidade ou junto dos fornecedores que podem tem muito material em stock a preços mais vantajosos para o cliente.

Cor e textura

Existem no mercado uma grande diversidade de cores e texturas, sempre com imitação de madeira, desde madeiras mais brancas a madeiras mais escuras. Se a construção tiver janelas grandes que permitem uma grande entrada de luminosidade na edificação, o chão não deve ser muito claro pois irá reflectir toda a luminosidade e tornar o espaço pouco confortável e frio. Por outro lado, um espaço mais escuro requer um piso mais claro para equilibrar a luminosidade e transmitir um maior conforto estético e visual.

Dimensão

Nos vários modelos de pavimento flutuante existem diversas dimensões que podem ser escolhidas de acordo com a dimensão dos espaços e o tipo de arquitectura e ambiente que se pretende. Em espaços de maior dimensão poderá ficar melhor esteticamente um piso com maior dimensão, enquanto que num espaço pequeno poderá funcionar melhor um chão com menor dimensão. Quanto maior for o pavimento, mais caro é o valor por m2.

Estética e decoração

Um pavimento flutuante deve ser escolhido de acordo com a estética do ambiente e de acordo com o tipo de mobiliário que se irá colocar no espaço. A cor, textura e dimensão do piso deverá ser levado em conta na conjugação com os rodapés, modelos das portas, cor prevista para as paredes e tectos. Por vezes, um pavimento mais neutro poderá ser vantajoso a longo prazo pois permite receber vários tipos de decoração.

Comprar material

Ao comprar o material compre sempre cerca de 10 ou 15% de material a mais para execução da obra. como os materiais de construção estão em constante desenvolvimento, por vezes um modelo com uma determinada referencia que existe num ano, passado dois ou três anos deixa de ser produzido para dar lugar a novos tipos de piso. Para garantir que tem material suficiente para a obra e umas peças extra para uma enevtual reparação, deve comprar sempre algumas caixas extra.

Isolamento térmico e acustico

Existem pavimentos preparados para contribuir para o isolamento térmico e acústico dos pisos, contudo, de um modo geral, este isolamento é feito recorrendo ao material onde o pavimento flutuante irá assentar. O material que fica entre o piso tosco e o acabamento final pode ter uma espessura de 2mm até 8mm ou superior, quanto mairo for a espessura melhor será o isolamento.

Guia de compra e as etapas de instalação de chão flutuante

Nível de circulação

Quando estiver a escolher o seu pavimento flutuante, considere o nível de circulação do espaço onde quer realizar a instalação. Este tipo de pavimento é comercializado em diversos graus de resistência, sendo que um piso menos resistente será mais barato. Para conseguir poupar algum dinheiro, instale variedades mais resistentes nas zonas de grande circulação, na cozinha e na casa de banho. Nos quartos e restantes compartimentos, escolha um pavimento menos resistente. Aproveite as promoções das grandes lojas de materiais de construção.

Tipo de ambiente

Pense no tipo de ambiente onde vai colocar o pavimento. Nos locais mais húmidos, como casa de banho e cozinha, opte por pavimentos laminados sintéticos com capacidade para resistir à humidade, que são resistentes e adequados às condições existentes nessas divisões. Nas restantes divisões, tanto pode optar por madeira natural como por laminados sintéticos (que pode ser encontrado em padrões a imitar a madeira em ambos os casos). O custo de instalação é não varia muito.

Avalie os preços

O pavimento flutuante em madeira é mais caro do que o pavimento em laminado sintético. No entanto, ambas as opções são mais baratas do que colocar madeira maciça no chão. Avalie bem os preços e diferentes resistências e decida qual é a melhor opção para o seu lar. O custo da mão de obra para instalação é de cerca de 8€ por m2,  Se conseguir uma boa promoção  no pavimento a cerca de 7€ por m2, conseguira colocar pavimento a 15€ por m2.

Painéis retos, planos e com dimensões iguais

Certifique-se de que todos os painéis que deseja comprar são retos, planos e com as mesmas dimensões. A mínima diferença pode dificultar em muito a instalação e obrigar a que sejam realizados custos extra na compra do pavimento adequado. Meça a àrea e compre cerca de 10% de pavimento extra para compensar os cortes que terá de realizar durante a instalação. Se sobrar poderá devolver as caixas intactas.

Tempo de adaptação

Antes de realizar a instalação, deixe que as laminas do pavimento se ambientem ao local, e tenham tempo de se adaptarem às condições de temperatura e humidade do espaço. Para isso, pode deixá-los a repousar cerca de 48 horas no meio da divisão onde os quer instalar. Assim evita que estes dilatem ou encholham apos a intslação.

Instalação

Caso vá instalar você mesmo o piso, certifique-se de que lê bem o manual de instruções, para que não hajam erros que obriguem a começar de novo todo o processo. Comece numa  ponta da divisão e vá completando até chegar ao outro lado. Deixe margem para dilatação junto às paredes e debaixo dos rodapés. Coloque o pavimento perpendicular à janela para um melhor acabamento do trabalho.

Quais são as vantagens e desvantagens dos pavimentos flutuantes?

Vantagens 

  • Tem um preço económico, comparado à madeira maciça, sendo por isso uma ótima forma de obter um acabamento de madeira com um baixo custo; 
  • É rápido e fácil de instalar, podendo fazê-lo você mesmo; 
  • Traz mais calor ao espaço, uma vez que o material de que é feito é naturalmente mais quente que um piso em cerâmica; 
  • E é um bom isolante acústico, especialmente se for colocada uma manta de isolamento por baixo do piso.

Desvantagens 

  • Alguns tipos de soalho flutuante podem amplificar o ruído dos objetos a cair; 
  • Certos modelos de pavimentos flutuantes em madeira não são resistentes à humidade, não podendo por isso ser colocados em todos os locais da casa; 
  • E alguns pavimentos flutuantes podem não ser muito resistentes à abrasão e impactos.
Denise Carulli

Denise Carulli

Especialista em SEO de Habitissimo, formada pela Universidade de Turim em Línguas para Comunicação Internacional, tem uma grande paixão pelas marcas e marketing digital. Cria conteúdo amigável para SEO das páginas web sobre reforma e melhoria de casas.

Ver perfil