Como funciona o serviço de orçamentos habitissimo?
Peça um orçamento grátis Em menos de um minuto e totalmente gratuito

Preços de certificação energética

Descrição Preço Informação adicional
Emissão de certificado energético t0 e t1 desde 100,00 €(Taxa ADENE não incluída)
Emissão de certificado energético desde t2 desde 120,00 €(Taxa ADENE não incluída)
Emissão de certificado energético de edifícios de comércio e serviços 150,00 €(Taxa ADENE não incluída)

Estes preços são orientativos e podem variar em função de vários fatores tendo em conta o tipo de trabalho

Peça orçamentos grátis
Informação útil
  • Poderá conseguir o certificado energético por valores entre os 100€ e os 1000€, dependendo da tipologia do edifício, do propósito para o qual é utilizado e dos honorários do perito. Peça orçamentos a vários profissionais para poder tomar uma decisão informada.

  • 1 dia
  • Dificuldade: Média

Quais são os documentos necessários para pedir o certificado energético?

Caderneta Predial Urbana

Caderneta Predial Urbana

Tanto no caso de um edifício de habitação como no caso de locais comerciais, a apresentação da caderneta predial urbana é obrigatória. Este documento pode ser facilmente obtido através do portal das finanças ou numa repartição deste organismo na sua àrea de residência. Deverá ter este documento durante todo o processo de avaliação da eficiência energética do local.

Fonte da foto em: Público

Certificado da Conservatória do Registo Predial

Certificado da Conservatória do Registo Predial

Este é outro documento que é de apresentação obrigatória, tanto em habitações como em espaços comerciais. Pode ser obtido através do site Predial Online ou numa conservatória  do registo predial da sua área de residência. Tenha este documento sempre consigo quando o perito estiver a fazer  a avaliação do local.

Fonte da foto em: UNL

Outros documentos

Outros documentos

Existem outros documentos que não são de apresentação obrigatória, mas que o podem ajudar a obter uma melhor avaliação da eficiência energética. Entre eles, incluem-se o projeto de arquitetura, o livro de obras e a licença de construção, entre outros (no caso das habitações). Para locais comerciais, pode apresentar também o plano de manutenção, o registo de consumo das várias fontes de energia no s últimos 12 meses (entre outros documentos). A lista completa destes documentos opcionais pode ser encontrada no site da Adene (agência para a energia).

Fonte da foto em: M de Mulher

Quais são os benefícios em ter o certificado energético de edifícios?

Perguntas frequentes sobre certificação energética:

Quais são as exigências para ter certificado energético? 

Para obter o seu certificado energético, apenas terá de contactar um profissional especializado e qualificado para o serviço, e reunir dois documentos obrigatórios: a caderneta predial urbana, nas finanças, e o certificado da conservatória do registo predial, numa conservatória do registo predial da sua área de residência. Estas são as únicas exigências para ter este certificado.

Em que casos é obrigatório ter esta certificação?

O certificado energético é obrigatório em: 

  • edifícios novos,
  •  edifícios que serão sujeitos a uma grande reabilitação (com custo superior a 25% do total do edifício), 
  • edifícios de comércio ou serviços com área superior a 1000 m2, 
  • hipermercados, supermercados,centros comerciais e piscinas cobertas com área superior a 500 m2, 
  • edifícios que sejam propriedade de uma entidade pública, frequentemente visitados por pessoas e com área superior a 250 m2, 
  • contratos de arrendamento, venda ou qualquer outro tipo de locação de um imóvel.

Sou obrigado a afixar o certificado energético num local visível?

A afixação do certificado energético é obrigatória em todos os locais onde a obtenção do certificado é também obrigatória, exceto no caso de edifícios novos ou de locais para venda ou arrendamento. De resto, se o seu caso se enquadra numa das categorias de obrigatoriedade de obtenção do certificado, deverá também ter este certificado visível para o público.

Quanto custa a certificação energética? 

O custo do certificado energético está dividido em duas componentes essenciais. A primeira é o custo dos honorários do profissional, que irão variar de local para local e de profissional para profissional. A segunda componente dos custos é o preço da emissão do próprio certificado. Para habitações, este varia entre 28€ (T0 ou T1) a 65€ (T6 ou superior). No caso de edifícios de comércio ou serviços, o preço varia entre os 135€ (área igual ou inferior a 250 m2) e os 950€ (área superior a 5000 m2).

Qual é a validade do certificado energético?

Para edifícios de habitação ou pequenos edifícios de comércio ou serviços, o certificado tem validade de 10 anos. Para grandes edifícios comerciais ou de serviços a validade é de 8 anos. Existem ainda outros prazos, para edifícios devolutos ou em tosco (1 ano) e para edifícios de comércio e serviços sujeitos a plano de racionalização energética (8 anos).

Quais os profissionais que me podem ajudar a ter a certificação energética?

Para ter a certificação energética, terá de recorrer a um perito qualificado pela Adene. Por isso, antes de contratar alguém, verifique se essa pessoa está devidamente qualificada. Pode também recorrer ao portal SCE, onde pode fazer a pesquisa de técnicos qualificados por distrito e concelho. Assim, tem a certeza de que o profissional está devidamente registado.

Saiba passo a passo como pedir o certificado energético:

166 pessoas já pediram um orçamento para certificação energética

Orçamentos por Categoria
Orçamentos relacionados